Atletas de Taekwondo durante competição
Tempo estimado: 04:32 min (910 palavras, 5447 caracteres)

Há cerca de três anos, a tecnologia da Bigmidia impulsiona o Taekwondo no País. A partir da implementação do Sistema de Gestão Esportiva (SGE), a Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD) multiplicou por dez o número de atletas cadastrados. Isso permitiu a reestruturação da entidade e viabilizou um maior investimento na difusão da modalidade, no suporte aos atletas e na realização de competições.

Assim que foi eleita, a nova diretoria da CBTKD buscou resgatar a credibilidade da entidade e investir na profissionalização da gestão. “Quando assumimos, percebemos que o sistema de gerenciamento da Confederação não conseguiria nos atender nos futuros projetos que tínhamos para a modalidade. Foi nesse momento que procuramos a Bigmidia”, conta o vice-presidente da CBTKD, Rivanaldo de Freitas.

A primeira etapa da parceria foi a reorganização de todo o cadastro nacional dos atletas faixas-pretas. Em seguida, foi implementada a ferramenta de gestão financeira, com controles das anuidades e taxas de forma automatizada. O sistema de inscrições para competições e, recentemente, o de exames de graduação para que atletas mudem de faixa também foram todos digitalizados.

Isso possibilitou que a Confederação pudesse ampliar a sua presença no esporte. Antes, como boa parte dos processos eram manuais, e os sistemas não eram integrados, a entidade só conseguia gerir os atletas faixas-pretas. Com o SGE, a CBTKD conseguiu estreitar o relacionamento com federações e com os atletas que possuem faixas coloridas, os chamados GUB’s

“Cerca de 80% dos praticantes do Taekwondo são justamente aqueles que estão nas faixas coloridas. Quando a CBTKD disponibilizou o SGE para as federações dos estados, foi possível ter um amplo panorama nacional de todos os praticantes ativos do esporte. Inclusive, possibilitando estratificações por critérios como cor de faixa, idade, peso e localidade”, ressalta o sócio da Bigmidia Zac Zappellini.

Desse modo, a Confederação passou de um cadastro de 3.000 atletas para cerca de 30 mil. Isso permitiu que a entidade se estruturasse financeiramente. Por consequência, a CBTKD está conseguindo investir mais e melhor no esporte e nos eventos. Em 2019, antes da pandemia, um campeonato reuniu quase 1.000 atletas, recorde de participação da modalidade no País.

“Cada vez mais é preciso automatizar os processos para que os recursos humanos possam ser direcionados de forma mais eficaz. Sem tarefas burocráticas, o profissional ganha tempo para pensar em inovação, em estratégias para a entidade e em solução para os grandes desafios”, reforça a coordenadora técnica da CBTKD, Natália Falavigna Silva.

Tecnologia da Bigmidia facilita as gestões da Confederação e das federações do Taekwondo

A partir da implementação do SGE na Confederação Brasileira de Taekwondo, o software foi disponibilizado e implementado também nas federações estaduais. O objetivo foi tornar a tecnologia acessível e uniformizar os procedimentos e fluxo de informações.

Segundo Rivanaldo de Freitas, as federações estão aderindo ao sistema e assim a CBTKD consegue atender mais facilmente as demandas das entidades. Para o dirigente, o principal benefício é quanto à credibilidade das informações. Pois, com os sistemas integrados, não há brechas para dados desencontrados.

“Para as federações, o sistema ajuda na gestão financeira. Para os atletas, o SGE é uma ferramenta oficial. Ele pode ser acessado de qualquer lugar do mundo. O feedback é muito positivo. Os atletas da geração mais nova têm mais familiaridade com o sistema e elogiam a praticidade no acesso das informações, nas inscrições de competições e nos pagamentos de taxas”, afirma Rivanaldo de Freitas.

“O SGE é um conceito de software, mas cada modalidade possui um SGE exclusivo, com um ecossistema personalizado, customizado e alinhado com as especificidades da entidade e do esporte. Na Confederação de Taekwondo, modelamos os processos de forma que, quando o atleta se inscreve em uma competição, o sistema já verifica ser ele está em situação regular com a entidade. Isso refletiu na queda inadimplência já no primeiro ano de parceria”, destaca o sócio da Bigmidia, Daniel Carvalho.

A equipe da Bigmidia está em constante diálogo com o departamento técnico da CBTKD para aprimorar ainda mais o SGE. Além do exame de faixas digital implementado neste ano, há a previsão de um novo site, moderno e alinhado com as diretrizes do Programa Gestão, Ética e Transparência (GET) do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

“A nossa modalidade vem em uma crescente. As parcerias que fizemos com a Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) e com o COB, vão alavancar o esporte ao trazer mais crianças e adolescentes para o Taekwondo” complementa Rivanaldo de Freitas.

A Bigimidia tem as soluções para a sua modalidade

O Sistema de Gestão Esportiva (SGE) é um software desenvolvido para entidades desportivas que otimiza os processos de gestão e de competição. A plataforma consegue integrar uma série de funcionalidades conforme as especificidades de cada modalidade, e novas soluções estão sempre sendo incorporadas. A equipe especializada da Bigmidia também desenvolve ferramentas e tecnologias personalizadas conforme as demandas de clubes, federações e confederações. 

Entre em contato agora pelo (31) 3789-2322, pelo e-mail [email protected] ou clique aqui e fale conosco pelo WhatsApp e tire todas as suas dúvidas!