Imagem comunicação acessível e inclusiva da Bigmidia
Tempo estimado: 04:49 min (970 palavras, 5798 caracteres)

Uma das funcionalidades importantes do Sistema de Gestão Esportiva (SGE) da Bigmidia é a que viabiliza comunicação acessível e inclusiva a entidades. A plataforma possui recursos para que toda a comunidade esportiva tenha facilidade e autonomia para interagir com os canais de comunicação das confederações, federações e associações. Além de evidenciar o respeito às pessoas com deficiência, a incorporação dessa tecnologia obedece a determinações e a princípios de boas práticas estabelecidos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Em 2014, o Marco Civil da Internet reconheceu que a acessibilidade a sites é um direito de todos os usuários da internet. Para tornar esse dispositivo ainda mais concreto, em 2015, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência tornou obrigatório que todos os portais no Brasil tenham ferramentas que garantam a acessibilidade a usuários com deficiências físico-motoras, perceptivas, sensoriais, intelectuais e mentais.

Contudo, a realidade ainda se mostra bastante excludente. De acordo com pesquisa promovida pelo movimento Web para Todos, menos de 1% dos sites no País foram considerados acessíveis após os testes realizados. Situação que demonstra a necessidade de uma nova postura por parte de empresas, entidades e órgãos governamentais.

“Nesse restrito grupo de sites que prezam pela dignidade das pessoas com deficiência estão os portais dos clientes da Bigmidia. Nosso Sistema de Gestão Esportiva é fundamentado em códigos que permitem ao usuário adequar a visualização e a navegação conforme a sua condição e/ou preferência. Isso viabiliza uma comunicação acessível e inclusiva a entidades”, ressalta o sócio da Bigmidia Daniel Carvalho.

De forma prática, clicando em um ícone na margem direita dos portais, os usuários têm acesso a um menu com várias opções. As aplicações facilitam a navegação e a legibilidade por parte de pessoas com diferentes deficiências.

Menu de acessibilidade da Bigmidia
Menu de acessibilidade no site da Confederação Brasileira de Surf

Entres os principais recursos estão a possibilidade de o internauta ajustar o contraste, o tamanho de texto, o espaçamento de caracteres, o modo do cursor, a altura e o alinhamento das linhas de texto, os tipos de fonte, além de destacar os links e parar com as animações da página. Alguns sites também contam com o intérprete virtual para tradução na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

“Essas tecnologias oportunizam que mais pessoas tenham acesso à informação. As entidades e empresas precisam se conscientizar cada vez mais sobre a importância de se ter ferramentas de acessibilidade. Quanto mais pessoas conseguirmos incluir, melhor é para o esporte e para a sociedade”, destaca a diretora administrativa e financeira da Associação Nacional de Desporto para Deficientes (Ande), Marina Piculli.

“Vale lembrar que a acessibilidade também é um dos critérios observados pelo Programa Gestão, Ética e Transparência (GET) do COB. Portanto, trata-se e uma diretriz importante e que precisa ser seguida pelas entidades do desporto nacional”, complementa Zac Zappellini.

Ferramenta da Bigmidia de linguagem de libras
Ferramenta de tradução em Libras do portal da Confederação Brasileira de Taekwondo

Pessoas com deficiência participam de eleição com ferramenta acessível e inclusiva

As principais premissas do esporte são justamente eliminar barreiras e promover a interação de pessoas. Por isso, a acessibilidade deve ser uma preocupação permanente dos gestores esportivos. Além dos portais, as demais funcionalidades do SGE da Bigmidia contam com recursos que garantem a facilidade de uso e a autonomia a pessoas com deficiência.

A Ande é uma associação destinada a promover o esporte de alta performance para atletas com paralisia cerebral. A entidade trabalha com três modalidades: Futebol de 7 para pessoas com paralisia cerebral, Bocha para atletas com paralisia cerebral ou com outras deficiências com severo de comprometimento motor e Race Running (Petra), corrida com equipamento para pessoas com paralisia cerebral. A Ande interage com cerca de 2.000 pessoas, entre atletas, treinadores e gestores.

A última eleição para o Conselho Deliberativo e para o Conselho Fiscal da Ande foi realizada por meio de uma ferramenta da Bigmidia. A plataforma e os procedimentos foram remodelados para permitir que os eleitores com deficiência pudessem exercer o seu direito de voto com a maior autonomia possível.

Segundo Marina Piculli, a Ande buscou recomendações de uma solução de votação remota junto a outras confederações que estavam dentro das leis e recebeu a indicação da Bigmidia. A gestora afirma que os trâmites ocorreram de forma rápida e descomplicada, e a assembleia on-line possibilitou a participação de mais membros.

“A disponibilidade da equipe da Bigmidia em promover as adaptações foi o que viabilizou a eleição para o nosso público. Dentro do sistema, pedimos para reunir etapas da eleição em uma mesma tela para evitar que as pessoas se confundissem. Também fizemos um treinamento prévio. Os procedimentos seguiram as determinações legais e as pessoas não tiveram dificuldades para participar.”, relata Marina Piculli.

Promova a inclusão na sua entidade com as ferramentas da Bigmidia

O Sistema de Gestão Esportiva (SGE) da Bigmidia é uma ferramenta completa para as confederações, federações, associações, ligas e clubes. Além da gestão de todos os processos, a plataforma possibilita uma comunicação acessível e inclusiva a entidades.

Com mais de 13 anos de experiência, temos uma equipe qualificada para entender os seus processos e automatizá-los de forma eficiente. Desse modo, toda a interação com a sua comunidade é facilitada.

Entre em contato agora pelo (31) 3789-2322, pelo e-mail [email protected] ou clique aqui e fale conosco pelo WhatsApp e tire todas as suas dúvidas!