Fan Experience
Tempo estimado: 06:02 min (1268 palavras, 7252 caracteres)

A indústria do esporte está passando por uma revolução tecnológica. A transformação digital está ajudando a otimizar a interação com o seu fã. Tanto para equipes quanto para ligas esportivas. Entretanto, essa inovação também cria um grande problema. A presença do público vem diminuindo drasticamente nos estádios e ginásios. Portanto, afeta os hábitos de consumo do fã do esporte, além de impactar diretamente nas finanças das entidades. Dessa forma, nasce um novo conceito na indústria do esporte: o Fan Experience. Mas afinal, o que é Fan Experience? E quais são os impactos para o esporte?

Antes de nos aprofundarmos no tema, é necessário entender do que é composto o Fan Experience. Em sentido literal, quer dizer “a experiência do fã“. Ou seja, o impacto na vivência que o torcedor terá ao consumir o esporte. Assim como a forma como ele se relaciona com a entidade. O conceito é novo, ainda está em fase experimental. Por esse motivo, ainda não sabemos ao certo como explorar bem esse conceito. Vamos entender de onde surgiu o Fan Experience e o seu impacto na Gestão Esportiva.

Os Hábitos de Consumo

Como abordamos anteriormente, a sociedade passa por uma transformação tecnológica. Inegavelmente, toda essa transição impactaria nos hábitos de consumo do fã. Anteriormente, o consumo esportivo se dava com o massivo comparecimento. Ou seja, o torcedor era mais presente nos estádios. Entretanto, a nova geração tem outra forma de consumir o esporte. Hoje o torcedor opta por consumir o seu esporte favorito dentro de casa. Sendo assim, troca a cadeira dos estádios e ginásios por sua poltrona e o controle remoto. Mas a que fatores nós atribuímos esta mudança? A resposta está no Fan Experience.

As transmissões de eventos esportivos têm galgado avanços importantes. Dessa forma, ocasionam uma mudança orgânica na forma de o fã consumir o esporte. A primeira mudança significativa foi a interatividade. Ou seja, a possibilidade de o torcedor interagir com o esporte. E isso acontece de diversas formas. Seja escolhendo o melhor ângulo do replay de um gol. Ou de qual câmera ele quer acompanhar a partida. Também apresentando informações relevantes durante a transmissão. Como estatísticas da equipe durante a competição. Ou estatísticas do jogo, como passes completos, tentativas de chutes a gol, eficiências de diversos aspectos. As possibilidades são infinitas.

As mudanças de hábitos de consumo tornam a experiência mais agradável para o fã. Entretanto, criam um novo problema. A evasão do público in loco. Ou seja, o torcedor acaba preferindo ficar em casa a ir aos estádios e ginásios. Esse tipo de mudança de hábito tem impacto direto nas finanças da indústria do esporte. E qual é a solução?

A Revitalização do Fan Experience In loco

Já entendemos que houve drásticas mudanças nos hábitos de consumo do torcedor. Sendo assim, é preciso criar novas estratégias. O termo é novo, mas o Fan Experience já existe há muito tempo. O que atraía o torcedor aos estádios e ginásios era justamente a experiência que ele tinha ao consumir o esporte. Ir de carro em uma carreata até o local do evento. Encontrar os amigos no lado de fora. Cantar hinos e cantigas de apoio à equipe. Vibrar a cada pontuação. Tudo isso fazia parte da experiência que o torcedor tinha. Entretanto, parte dessa cultura brasileira de consumir o esporte foi se perdendo. Principalmente devido às leis, que mudaram a forma como o torcedor deve se portar.

A indústria do esporte precisa revitalizar o Fan Experience. Ou seja, desenhar novas estratégias para tornar a experiência do torcedor mais agradável e atrativa. Dessa forma, atraindo o fã novamente para consumir o esporte in loco. Alguns estudos já apontam as principais mudanças nos aspectos que envolvem o jogo. A Oracle pontuou quais foram as mudanças tecnológicas que impactaram o consumo de alimentos e bebidas. A possibilidade de comprar alimentos online e serem entregues no assento foi um dos pontos mais abordados na revitalização do Fan Experience.

Principais Estratégias de Revitalização do Fan Experience In loco

  • Assentos Melhorados: Possibilitar ao fã realizar um upgrade de assento para otimizar sua experiência.
  • Comida no Assento: Promover compras online e seguras com serviço de distribuição. Torcedor enfrenta menos filas e aproveita mais o jogo.
  • Fan Shop e Interação: Promover descontos em produtos da equipe para os fãs que utilizarem serviços. Visitar sala de troféus ou museu da equipe.
  • Wifi mediante Registro: Conceder acesso à internet ao torcedor para interação com o público externo. Solicitar registro e trabalhar os dados cedidos.
  • Estatísticas e Replay: Prover ao fã as estatísticas dos jogadores e replay das jogadas em tempo real.
  • Eventos Pré / Trans / Pós Jogo: Promova eventos antes / durante e / ou depois das partidas. Isso faz o fã ficar mais tempo fora de casa e consumindo mais o produto esportivo.

Desenvolvendo essas estratégias, a indústria consegue atrair o consumidor para os estádios e ginásios. O intuito é fazer com que o torcedor possa ter uma experiência mais agradável in loco. Às vezes, uma simples ação pode colaborar na estratégia. Uma abordagem interessante foi realizada pela equipe de futebol americano Dallas Cowboys. Para atrair o fã ao estádio, a franquia criou um totem interativo. Nele o torcedor posa para uma foto com os seus ídolos. Confira como essa ação de realidade aumentada gerou engajamento e revitalizou a experiência do fã.

Fan Experience Em Casa

Já percebemos que existem dois tipos de torcedor. Primeiramente, aquele que consome o esporte no local da partida. Entretanto, não podemos esquecer da parcela de fã que opta por torcer do conforto do sofá. Sendo assim, nós precisamos criar estratégias para abordar ambos. Já tratamos do consumo do esporte in loco. Mas e quando o assunto é o esporte no sofá? Nesse caso, a tecnologia é uma grande aliada, principalmente nas transmissões e aplicativos. O que se deve entregar ao torcedor é exatamente o que ele quer consumir. Ou seja, as informações e conteúdos relevantes para tornar a experiência esportiva agradável. Outra grande aposta é na interatividade.

Criar possibilidades de o telespectador interagir com o esporte em diversas maneiras. Mostrar estatísticas históricas do confronto que está sendo transmitido. Apresentar performance de um atleta quando selecionado. Possibilitar a criação de Fantasy Game para interação com outros torcedores. O mais conhecido aqui no Brasil é o Cartola FC. Dessa forma, o torcedor se envolve mais com o esporte. E o melhor, gera um engajamento e compartilhamento em redes sociais.

Porque Investir em Fan Experience?

A resposta é bem simples. Porque você está investindo na relação com o seu consumidor. O torcedor é que consome o que o esporte produz. Seja eventos esportivos, seja produtos. Investir em Fan Experience mostra que você se importa com o bem estar do fã. Que você quer proporcionar uma vivência única a cada evento. Dessa forma, você o tornará fiel. O fã é o seu cliente. Tratar bem e proporcionar uma boa experiência será o fio condutor que reativará a paixão pelo esporte. Sendo assim, conhecer e aplicar esse conceito é crucial para o sucesso esportivo.